Como criar vínculos com a criança autista?

Depois de respondermos às dúviComo criar vínculos com a criança autista?das de alguns de nossos seguidores a respeito de como uma pessoa típica deve abordar uma criança com autismo, hoje nós passamos para a próxima etapa. Como criar vínculos?

Aborde a criança com respeito

Crianças autistas têm mais dificuldades para interagir socialmente do que crianças típicas, por isso precisam ser estimuladas para isso.

  1. Na interação, o primeiro cuidado que se deve ter é o de abordar a criança com cautela e respeito.
  2. Não chegue de modo muito intrusivo, agindo de modo efusivo, já estabelecendo contato físico ou falando em demasia.
  3. Aja de modo devagar, perceba se ela aceita a sua presença e pergunte se ela se incomoda com sons, objetos e cheiros.

Brinque com ela

Crianças autistas costumam ficar muito absortas em alguma atividade, brinquedo ou jogo.

Quando ela estiver realizando uma de suas tarefas, por que não imitá-la?

Não faça isso de modo caricatural, mas mostre que você gosta de brincar do mesmo jeito que ela.

Uma outra dica é para que você descubra quais são os interesses dela e converse sobre eles, procurando aprender.

Interaja com ela

Recomenda-se que o adulto utilize “reforçadores”, ou seja, trabalhe com objetos que sejam do interesse da criança e que façam com que ela perceba que essas coisas são mais divertidas com ele.

  1. Bolas, brinquedos e demais jogos podem ser uma boa.
  2. Levar a criança para comer uma de suas comidas preferidas ou passear em um local que ela ama também.
  3. Colocar para tocar alguma música que ela goste ou brincar com algum objeto não convencional que ela gosta também são uma boa.

Não seja chato

Mas fique atento: não interrompa a criança no momento em que ela está se divertindo com alguma brincadeira. Também não tire nenhum objeto da mão dela.

Esse tipo de atitude pode afastá-lo definitivamente da criança, que irá lembrar sempre de você como alguém que interrompe os momentos dela de diversão.

Não insista também em atividades que ela não gosta. Observe como ela reage a cada uma e continue nas que mais a agradarem.

COMPARTILHAR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =

Rolar para cima
Open chat